sexta-feira, 5 de julho de 2019

Experimento para identificar a presença de amido


       Quarta feira foi dia de laboratório.
      Fomos descobrir se os alimentos possuem amido, um açúcar que não tem gosto doce e que por isso muitas vezes as pessoas não sabem que estão ingerindo.
      Para isso foi usada tintura de iodo que, em contato com o amido, tem uma reação química fazendo com que apareça uma mancha de cor bem escura.  Quanto mais escura a cor, mais amido tem o alimento. O alimento que não possui amido, fica com uma coloração alaranjada.





                                                                               fubá



                                                              biscoitos doces e salgados

                                                                     farinha de trigo


                                                                                 sal


                                                                     açúcar refinado



                                                                                pão


                                                                     
                                                                        arroz branco

                                                                          cogumelos











terça-feira, 2 de julho de 2019

Mais aniversariantes de junho



Dia 29/06 tivemos mais comemorações!!!
Isabela e Sofia parabéns para vocês!!
Desejamos tudo de bom nesse novo ano de vida!!!







segunda-feira, 1 de julho de 2019

Por do Sol

          Semana passada o astro rei encantou a nossa turma do 4ºano B. Em um final de tarde, ao olharem pela janela e verem o vermelho no céu, gritaram:
           - Olha que lindo, Aída!!!
           - O Sol está se pondo!
           - Tira uma foto e posta no blog para guardarmos de recordação!
           - É, assim podemos acessar e ver.

           E assim fiz! 
          Aí está o que vocês pediram!




    Em outro dia, o 4º ano A também pôde reparar na cor do céu, um vermelho menos intenso, mas que permitiu os mesmos questionamentos.

   Foram ótimas oportunidades para falarmos como podemos nos localizar pelo Sol. E as perguntas surgiram:
  • Em que momento do dia estamos?
  • O Sol está nascendo ou se pondo?
  • O "vermelho" do céu indica o que?
  • Onde o Sol se põe?
  • E onde nasce?
  • Sabendo onde ele nasce e onde se põe, que outras direções podemos encontrar?

    E assim, do nada, entramos na aula de Geografia que não era naquele momento, não era naquele dia, faltava meia hora para a saída, estávamos fazendo outra atividade, mas que não podíamos perder essa oportunidade divina!!! Era aquele momento, a hora que faria toda a diferença na compreensão de um conteúdo, vivido por eles e portanto significativo!

                                               
      E olha o desmembramento disso, para outras questões:

  • E se o céu estiver nublado e não pudermos nos quiar através dele?
  • Existem ouras maneiras?
  • Pelas estrelas?
  • Que mais?
  • Existem instrumentos? Quais?

     E para completar, só depois veio o livro didático. Hoje, dia 01/07/2019 abrimos o livro nas páginas para ler o conteúdo que já havia sido explorado e trabalhado totalmente com significado. Tenho certeza que jamais esquecerão!!!

   Assim é a sala de aula: dinâmica, de construção constante, atual, de momentos onde precisa-se ouvir o aluno e aproveitar sempre as oportunidades e vontades que surgem, pois nada é descartado, tudo contribui para o aprendizado, sendo os alunos o centro do processo. 
    O planejamento é feito, mas muitas vezes outras variáveis surgem e ele precisa ser mudado, não é estático! E essa é a beleza da sala de aula! Tudo gera troca de conhecimentos!


                                              







domingo, 30 de junho de 2019

Visita ao MAR


         Começamos nosso estudo de História com as grandes navegações e o motivo de povos europeus se lançarem ao mar. Especiarias, um caminho para às Índias, posse de novas terras, poder foram motivos de sobra
        Depois chegamos na colonização do Brasil pelos portugueses com a chegada de Pedro Álvares Cabral em 1 500 e a relação que foi estabelecida com os povos indígenas que aqui já estavam e habitavam a região. Início do Período Colonial!
         Pau-brasil, cana-de-açúcar e riquezas começaram aqui a ser exploradas, tudo em favor do rei de Portugal. Mão de obra indígena e depois escravizados africanos executavam os trabalhos.
         Em Geografia trabalhamos a localização dos países europeus, das novas terras conquistadas, de regiões do Brasil onde chegaram portugueses e franceses, de estados brasileiros que foram aparecendo durante nosso estudo. Compreendemos a representação do espaço geográfico de diferentes maneiras, aprendemos os elementos do alfabeto cartográfico e a fazer a leitura de legendas. Estudamos pontos de referência e instrumentos usados na localização de lugares, os novos e os antigos. 
         Percebemos o encontro de diferentes culturas e a influência de cada uma na formação da cultura brasileira. 
         E agora com essa exposição tivemos a oportunidade de tecer todos esses saberes, pois a cada sala que visitávamos, a interação dos alunos com o que estava sendo mostrado e falado foi buscando na memória o que havia sido trabalhado em sala. Além também de ampliar ainda mais nossos conhecimentos, já que estamos sempre aprendendo.
          Parabéns 4º ano!

Chegamos ao MAR! 
Nossa aventura vai começar!Uma viagem ao passado!




       Exatamente neste local, onde pisamos em terra firme, era só água, o mar ocupava essa região. Caravelas navegavam por aqui!













                                                                       As constelações












                                        Instrumentos de localização usados nas navegações.















                                                   Os habitantes que aqui já estavam.

                                       

                                      

                                                                                  Obra de:

                                       


















                                            Artistas que retrataram o cotidiano da época e a natureza.



                                                             Instrumentos indígenas.






                                                  Painel com palavras de origem indígena


                                              Mapa com a localização de tribos indígenas






                                                       



                                                          Azulejo de origem portuguesa




                                                            Cena do cotidiano dos indígenas








Uma miniatura de uma caravela


Os mapas mais antigos.




                                                          Lagoa Rodrigo de Freitas





                                                      Cenas dos portugueses no Brasil




Um momento triste da nossa história: os navios negreiros que transportavam africanos escravizados.















                                                               D. João VI e sua esposa



                                                                          D. Pedro II







 
 Machado de Assis, escritor que através de seus livros relatava a mudança política no país, na época quando a República substitui o Império.



                                                                    Pegadas no escuro





Arte indígena e paisagens naturais








                                        Terraço panorâmico, vista para a Baía de Guanabara


                                     

                                       

                                       


                                                         Vista do morro da Conceição









                                                  Primeira comunidade na nossa cidade.